Gatilhos Mentais

Gatilhos Mentais

Tempo de leitura: 1 minuto

Tá demorando demais, deixa que eu decido por você”

Este é o seu cerebro quando vê um gatilho mental e toma as rédeas da situação. Sem você nem perceber caiu na “armadilha” de um vendedor e está comprando aquele produto ou fazendo determinada ação. ⠀

E, simm, você está muito feliz e satisfeito ao se deixar levar pelo gatilho.

Então vamos entender juntos como usar os gatilhos mentais para te trazer mais resultados?

Você, como um grande empreendedor de sucesso, possui um alto comprometimento com o seu cliente, certo? Você passa horas em reuniões pré-vendas com ele, procura entender as expectativas e soluciona todas as suas dúvidas até conseguir concluir a venda. Esse é um processo complexo de tomada de decisões, que será lento e racional. ⠀

Já com a utilização dos gatilhos mentais em vendas, você apela para fatores específicos como escassez ou a urgência, dando valor ao seu argumento e facilitando a negociação. ⠀

Agora vamos ver alguns fatores que podem ser traduzidos como gatilhos mentais em vendas:

📌 Afinidade: “Somos mais propensos a sermos influenciados pelas pessoas que gostamos”⠀

📌 Autoridade: “Quando há uma figura de autoridade, maior é a probabilidade das pessoas agirem de forma obediente, mesmo se essa autoridade for ilegítima” ⠀

📌 Coerência e compromisso: “Deveríamos reconhecer que, na maioria das circunstâncias, a coerência é valorizada e versátil”⠀

📌 Escassez: “Menos é melhor e a perda é pior”⠀

📌 Prova social: “Decidimos o que é correto descobrindo o que as outras pessoas acham que é correto”⠀

📌 Reciprocidade: “A reciprocidade é tão generalizada que todas as sociedades seguem essa regra” ⠀

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.