QUAL O VALOR JUSTO A SE COBRAR ?

Tempo de leitura: 1 minuto

Você já deixou de cobrar o quanto realmente achava justo pelo seu trabalho com medo do cliente não fechar, achar caro ou algo do tipo? Ou pior, já deu o valor (já baixo) e logo em seguida apresentou um desconto sem o cliente ao menos pedir?

Você não é o único a passar por isso, todos nos já tivemos esta mesma insegurança e algumas viradas de chave fizeram ver o grande erro que cometíamos e hoje eu vamos compartilhar com vocês.
Primeiro entenda o seu valor:

1. Qual a sua experiência.
2. Quais cursos, investimentos, especializações e formações você tem.
3. Quais os seus resultados
4. Onde o cliente pode chegar com o que você sabe
5. Quais as soluções você tem pro cliente

Entenda os erros graves que cobrar muito barato te trás.

1. Prostitui o mercado
2. Exige que você feche muitos clientes cobrando pouco
3. Você trabalha muito mais
4. O cliente fecha mais pelo preço do que pelo valor
5. A longo prazo te impede de cobrar o que realmente vale

Esse medo na verdade é puro insegurança de algo que no fundo você sabe que é “FODA”, seu trabalho é foda, você é um profissional comprometido, aplicado, então porque ter essa insegurança?

Sabemos que no fundo a resposta é “porque eu preciso de dinheiro” e cobrar mais barato é melhor do que não receber nada, isso faz sentido, mas a real é que nada mais é do que o medo de sair de sua zona de conforto.

Vamos fazer um teste, comece a semana cobrando oque você acha que o seu produto vale? A partir disso você vai ver, nunca mais vai fazer o mesmo trabalho por menos.

Porque você aprende que as pessoas que querem o preço inferior do que realmente vale, não são os clientes que você quer atender. Então, profissionalize SUA POSTURA, que as pessoas começam a te levar a sério também!

Se reconheça como uma profissional foda, os clientes te tratarão exatamente como você se comunicar.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.